O meu caminho de Santiago pela costa

MANAS!

Em setembro fiz minha viagem espiritualississimaaaaã do Caminho de Santiago, e esse ano fui pelo caminho da costa.

Roupinha na mochila, tênis de montanha, um saco de dormir e uma mantinha e fui embora.

7 dias de caminhada por terra, estrada e pedras. Conheci pessoas de todos os cantos: México, França, Índia, Inglaterra, Venezuela, Portugal, e claro, Espanha haha.

É incrível como a experiência, mesmo sendo a segunda vez pelo caminho, é especialmente única. Me emocionei, me respirei, me cansei, me refleti, me amei, me gargalhei. Como é bom se viver e é impressionante como às vezes esquecemos disso, de se importar conosco.

O caminho começou em Caminha, Portugal. Depois fiz uma travessia de balsa (1€) para Guarda, Espanha.

Lá comecei meus primeiros 14km, e só parei por já estar a anoitecer.

Fiquei em um hotel próximo ao mosteiro de Oia-ES, mas se andasse mais 30 minutinhos (2km) conseguia alojamento de peregrinos em Mougás-ES.

No dia seguinte fui até Ramallosa-ES.

Foi um dos trechos de vistas mais bonitas.

Calos e dores foram crescendo a cada passo enquanto mais pesos do meu corpo eu deixava para trás. Assim passei por Vigo, Redondela, Pontevedra, Caldas de Reis, Padron. Conhecendo e me despedindo a todo tempo.

Uma leveza de ser que habitava meu corpo, uma leveza que eu nem lembrava de existir.

Chuva, sol, lama, pedrinhas no sapato, para pra tirar pedrinhas do sapato, anda mais uns quilômetros, mais uma vez parar pra tirar pedrinhas do sapato, comer uvas, falar com animais, falar com pessoas, falar com plantas, falar sozinha, falar com a natureza.

O último trecho até Santiago foi um pouco mais doloroso, resolvi dobrar (sei lá porque) a quilometragem que estava a fazer por dia.

Mesmo exausta, ainda me diverti.

A felicidade é que nem igreja, é o nosso corpo, quando a gente esquece dele, do coração, do cérebro, da alma, a gente não vive, a gente só existe.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *